quinta-feira, 29 de abril de 2010

Jairo Guerreiro

O ano é 1972 de acordo com o próprio Jairo Guerreiro (encostado no caminhão). O local, de acordo com ele, é no interior da Bahia (próximo a Jequié) para onde ele estava transportando Charque, produzido aqui em Catalão. O caminhão, um Alfa Romeo D-11000 ano 1958, pertencia a Wilsom Mendes e foi vendido, tempos depois, para este que está agachado, caminhoneiro de Uberlândia. Observem na parede um quadro indicando as distâncias daquele local em relação às principais cidades do país. Jairo Guerreiro, que reside em Catalão, em frente à antiga delegacia de polícia, gosta de cantar e até já gravou discos e, por ocasião de uma apresentação de Waldick Soriano em nossa cidade, Jairo foi convidado a subir ao palco e, junto com seu ídolo, soltou a voz. Sonho realizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário