quarta-feira, 30 de junho de 2010

Alunos do Siena

Esta fotogrtafia foi enviada pelo nosso leitor Gustavo Coelho e é ele que aparece bem ao centro da imagem. De acordo com Gustavo, o garoto ao lado do que está usando suspensório e comendo lanche seria Marconi Safatle. A fotografia é do início dos anos 1960, e a gurizada são alunos do Siena. Quem são dos demais? Escreva um comentário.

Comemorando

As 4 fotografias a seguir registram uma comemoração realizada na chácara de Seu João Farid, que fica em frente ao Posto JK, do outro lado da BR050. Entre os presentes estão o goleiro campeão do mundo pelo Santos F.C. e pela Seleção, Gilmar dos Santos Neves, o escritor Anatole Ramos que se encontravam em Catalão participando, como jurados, de um festival de música nos anos 1970.
João Abraõ sendocumprimentado pelo sogro, Sebastião Pinto.
Mikail Dayub (Miguel Dayoub que além de comerciante, trabalhava como bilheteiro do Cine Teatro REal), Gilmar, Kalil e João Abrão com Fabiana (filha de Kalil) no colo.
Anatole Ramos (escritor), Gilmar dos Santos Neves. Este outro é, também, pessoa ligada às artes. Atrás, João Abrão.
Jorge Elias, João Abrão, José Avelino e Kalil Abrão

Desaparecida

Meus amigos. Esta é Larissa Ribeiro, Catalana, 15 anos. De acordo com e-mail que está sendo repassado, Larissa está desaparecida desde sexta-feira, quando saiu para ir para a escola (Colégio Madre Natividade). Tem pessoas que não tem o que fazer e dedicam a fazer brincadeiras de muito mal gosto, divulgando esse tipo de coisa. Não acredito que este seja o caso. Assim, sinto-me no dever de divulgar o fato e, de acordo com o e-mail, qualquer informação sobre o paradeiro de Larissa deverá ser repassada para os telefones: 3411 2841, 3442 6959 e 8122 7953.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Porque a foice?

Estou republicando esta fotografia por uma razão muito simples e não menos interessante. Este é o casal Da. Teodora de São José e Francisco Silva Barbosa. São os pais de Sr. Transval e, portanto, avós de Seu Albino (pai do Transvaldo - FórmulaR Pneus). Pois bem, Seu Francisco ou Chico Silva, como era conhecido, era dado à manipulação de remédios caseiros feitos à base de plantas e raízes dos quais tinha muito conhecimento. Dia desses, no levantamento da bandeira de Santo Antônio, na fazenda de Da. Margarida (neta de Chico Silva) tive uns dois dedos de prosa com Seu Albino, outro neto de Chico Silva e ele me confirmou que, de fato, o avô sabia muito de raízes e plantas medicinais. "Meu avô era um sujeito de muita leitura", disse Seu Albino. "Ele só andava à pé, não andava à cavalo, carroça, nada. Só à pé. E não largava a foice. Onde ele ia, carregava a foice", Perguntei o porquê, mas Seu albino não soube responder.
Bem, eu deduzo que o fato dele lidar com plantas e raízes talvez seja um indício de que a ferramenta fosse usada, exatamente, para poder cortar plantas e arrancar raízes em suas andanças.

Parabéns pra você...

Aniversário de Da. Samira Calixto Abrão, na década de 1980. A festa foi na casa do filho João. A fotografia registra um momento da festividade, em que Eliseu desfila seu repertório musical.
Em pé, da esquerda pra direita: Paula, Edmilson, Tereza Margon, João Enéas, Cristina e Fabiana. Eliseu ao violão sob o olhar atento de César (Art Festas) e de João Abrão. Os convivas que estão de costas, não identifiquei.

Viva N. Sra. do Rosárioooo! Viva!!!

Cartaz da 82ª Festa de N. Sra. do Rosário, em 1985. Os festeiros: Da. Samira Calixto Abrão e João Abrão.

Ontem...

A garotinha que aparece nesta fotografia é Aninha, ou Roseane Coelho Braga, que aparece na imagem seguinte em convite para lançamento de seu livro "Sachê da Minha Alma"

e hoje: Poetisa Catalana

Convite da lançamento do livro de poesias de Roseane Coelho Braga, catalana, filha de Carlos Alberto Braga e Hornézia Coelho Vaz. O livro "Sachê de Minha Alma" foi selecionado em concurso promovido pela prefeitura de Goiânia e Universidade Católica de Goiás. Roseane é sobrinha de Geraldo Coelho Vaz e do Prof. Braz Coelho, da UFG/Campus Catalão.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Em cartaz na telona do Cine Teatro Real I

As duas imagens a seguir, são de filmes exibidos na tela do Cine Teatro REal no mês de Junho de 1968.
O consagrado ator Marlon Brando em uma de suas clássicas interpretações como o revolucionário mexicano, Emiliano Zapata. O filme é a dramatização de um dos eventos históricos da maior importância no ocidente: a Revolução Mexicana. O interessante a observar é que, em 1968, o Brasil já estava sob o regime militar havia 4 anos. Todavia, foi somente com a promulgação do funesto Ato Institucional nº 5 - AI-5, em 1969, que o governo usou e abusou da censura. "Viva Zapata", portanto, pode ser exibido sem cortes.
Mazzaropi é, sem dúvida, um dos ícones do cinema brasileiro. Neste filme, exibido no Cine Teatro Real em junho de 1968, ele protagoniza um fanático torcedor do Sport Club Corinthians Paulista. Mazzaropi, aliás, esteve no mesmo Cine Teatro REal, em pessoa, em uma única apresentação. Naquela ocasião subiu ao palco, também, o nosso popular Boca de Jaú.

Em cartaz na telona do Cine Teatro Real II

As cinco imagens a seguir são de alguns dos filmes exibidos na tela do Cine Teatro Real, no mês de Dezembro de 1967.
Um dos maiores clássicos do gênero épico, com Victor Mature no papel do personagem bíblico, Sansão.
"Lá no meu sertão" com Tonico e Tinoco, uma das mais consagradas duplas da autêntica música sertaneja brasileira.
Frank "The Voice" Sinatra protagonizou este filme que recebeu 5 indicações para o Oscar do ano de 1965.
Filme cujo título no Brasil foi traduzido para " O meninão" protagonizado por uma das mais festejadas duplas de atores do gênero comédia: Dean Martin e Jerry Lewis.

Detalhe interessante desse filme é a participação no elenco de Ronald Reagan que, quase trinta anos depois, viria a ser eleito presidente dos EUA.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Comercial Futebol Clube

Este é o escudo do Comercial Futebol Clube, aqui de Catalão. Não faz muito tempo ele disputou o campeonato goiano da 2ª Divisão, salvo engano, na década de 1990, por volta de 1992/93. Nesta ocasião o CRAC também disputava a segundona.

Em Cartaz

Fotografia das mais interessantes. Data do ano de 1960 e mostra o ensaio da Peça "O Nada", no palco do salão de festas do CRAC. O elenco: Caipira: Geraldo Coelho; Médico: Marcos Fayad; Paciente: Aldair Ayres; Enfermeira: Natividade Rosa; Criança: Gustavo Coelho. A peça apresentada no palco do Cine Teatro Real.

Catalão 1960

Esta fotografia, da década de 1960, mostra Geraldo Coelho Vaz, Aldair Ayres (filho de Geraldo Ayres, ex delegado de polícia de Catalão) e Naim Safatle, irmão do Dr. William Safatle, filho João Farid. Geraldo Coelho é irmão do Prof. Braz da UFG/Campus Catalão e foi presidente da Academia Goiana de Letras e Secretário Estadual da Cultura.
Novamente os três: Geraldo Coelho Vaz, Naim Safatle e Aldair Ayres

quinta-feira, 24 de junho de 2010

20 de Agosto

Aspecto da Av. 20 de Agosto pelos idos de 1940 início de 1950. Observem o prédio na esquina. Ali era um posto de gasolina e, mais tarde, sediou um concessionária Chevrolet. Em primeiro plano a casa que pertenceu à família de Sr. Iolando de Almeida, cuja filha, Dorane, é afilhada de Juscelino Kubistchek. O outro imóvel pertencia à família de Jorge Democh, catalano dos mais aficionados em pescaria.

Soldados

Fotografia que registra a presença do então Prefeito de Catalão, Anísio Gomide (sentado) junto a soldados catalanos sediados em Sorocaba e prestes a embarcarem para Itália, na campanha da FEB - Força Expedicionária Brasileira, durante a II Guerra. Atrás de Anísio está seu filho Sabino. E você. reconhece mais alguém? Deixe um comentário.

Normalistas

Outra turma de normalistas do Col Mãe de Deus. Na fotografia estão, entre outros, o professor Chaud, as professoras Mussolina P. Araújo, Mariazinha, a Madre Maria de Jesus. Entre as estudantes: Aldanice, Zilá Lucas, Maria Conceição Lucas. A primeira à esquerda na fila do meio, me parece ser Maria da Glória Rosa Sampaio. A segunda da esquerda pra direita na fila de trás me parece ser ou Anita ou Tereza Margon.

Sagrada Família

Internato Sagrada Família. Exclusivo para meninos, o Sagrada Família funcionava onde foi a empresa Miguel João & Filhos, já mostrada aqui, e onde é hoje a Concessionária Volkswagen, Maudi. O Colégio Sagrada Família inciou suas atividades em 1914 e funcionou até 1925. A escola foi uma iniciativa dos padres agostinianos Epiphanio Ibanez, que a princípio aqui chegou para dar início ao Colégio N. Sra. Madre de Deus, e Monsenhor Francisco Inácio de Souza. Todavia, levado pelo entusiasmo de Monsenhor Souza, Padre Epiphanio deu início às obras do Sagrada Família por volta de 1911.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Equipamentos rurais


Nesta fotografia são mostrados 3 dos equipamentos de que dispunha o produtor rural para produzir seu sustento: O engenho, a carroça e o carro de boi. São utensílios que praticamente desapareceram da cena rural dos tempos atuais. Tamanha era a utilidade do engenho, por exemplo, que em Catalão, pelos idos de 1930, contava com dezenas de engenhos produzindo cachaça, rapadura, açúcar e melado.

Monjolo

Equipamento obrigatório em todas as propriedades rurais de tempos idos é o monjolo. Naquele tempo era o costume erguer a sede da propriedade rural próximo aos cursos d'água justamente para poder instalar um monjolo que era utilizado para socar grãos, principalmente o milho.

Família Braga

Da esquerda pra dirteita: Mariinha Braga (esposa de Dr. silvio Paschoal), Clotilde, Antônio Carlos Braga e sua esposa Maria Lúcia, Florindo Braga e sua esposa Da. Anita e Sr. Barto, sogro de Antônio Carlos. Seu Florindo e Da. Anita têm uma neta que recebeu o nome de Florianita, numa homenagem aos avós. Fotografia gentilmente enviada por Gustavo Coelho.

Um casarão

Fotografia que mostra os fundos do casarão na fazenda onde nasceu o Prof. João Martins Teixeira. Embora em estado de quase abandono, a construção, do início do século XX, guarda suas características originais e, como divulgado anteriormente, o imóvel rural pertence à família do conhecido Sr. Pedro Diamante e fica no município de Goiandira, embora naquele tempo Goiandira pertencesse ao município de Catalão.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Lourival Álvares de Campos e Família

O casal Lourival Álvares de Campos e Felicidade juntamente com seus filhos. Da esquerda pra direita: Francisco, Goyá, Sebastião, Geraldo, Thales, Joao e José. Aparecida, Felicidade, Maria das Dores, o casal Lourival e Felcidade e Lourdes. Vivos estão: Francisco, Sebastião, Geraldo, Felicidade e Lourdes.

No CRAC

No sentido horário: José Carlos (filho de Genervino da Fonseca), Antônio Sampaio (irmão do Mauro Sampaio do cartório de notas), Carlos Goulart e Eduardo Matias. O assoalho, o estilo das mesas e a tomada da câmera, são indícios de que esta fotografia tenha sido tirada no Salão de Festas do CRAC no início dos anos 1960.

As mocinhas da cidade

Sheila, Didi Goulart, Beth Democh, Nora Faiad e...

Praça D. Emanuel

Esta fotografia, acredito, é na Praça D. Emanuel, a praça da Velha Matriz, pouco abaixo do Bar do Joaquim. Na esquina de baixo é onde está hoje o Sacolão. O muro que aparece mais acima é onde fica a residência da família Zanela. Suspeito que seja pelo final da década de 1950, início de 1960.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Fundação Wagner Estelita Campos

Vista da Av. 20 de Agosto com destaque para a construção do prédio da Fundação Wagner Estelita Campos e que abrigaria o colégio Anchieta e a Escola de Comércio. A Av. 20 de Agosto possuía calçamento de paralelepípedo no trecho compreendido entre a Rua Dr. William Faiad e Prça Getúlio Vargas. Em 1965, sob a administração de Paulo Hummel é que se iniciou o calçamento com os conhecidos bloquetes. Bem à esquerda nota-se placa publicitária colocada na calçada das Casas Pernambucanas. Na outra esquina, a farmácia São Jorge de propriedade de Semi, irmão de Da. Sofia que morava na casa ao lado.

João da Mariquinha

João Rodrigues da Costa, o João da Mariquinha. Desde criança já atuava no ramo calçadista e, em 1942, montou seu primeiro estabelecimento que veio a se chamar Sapataria Brasil e hoje conta com 4 lojas em Catalão.

Educação Física.

De acordo com informações estas alunas estao participando de uma aula de educação física em escola que ficava onde foi construído o Mercado Municipal e, mais recentemente, foi transformado no Centro Comercial Maria Helena. Portanto, esta fotografia, seguramente, é anterior à década de 1950.

Dr. Jamil Sebba

Dr. Jamil Sebba, médico, filho de Antônio Sebba e Zaquia Sebba. Nasceu em Santo antônio do Rio Verde em 1913. De seu casamento com Odete Faiad nasceram Jardel, Nora e Jamil Filho, que faleceu precocemente, com 21 anos de infarto, quando cursava o 4º ano de medicina. Dr. Jamil, um dos ícones da profissão médica de Catalão, ao lado do cunhado, o também médico William Faiad, esteve à frente do Hospital Nasr Faiad, construído pelo sogro e inaugurado em 1957. Dr. Jamil, além da medicina, era dado às letras e foi pessoa de muita erudição. Faleceu aos 75 anos em 19 de março de 1989.

Forum de Catalão

Equipe do Forum de Catalão no ano de 1937: sentados à esquerda e à direita estão os irmãos Frederico e Randolfo Campos, respectivamente. O 3º da esquerda pra direita é o Promotor Dr. J.A. Mello Rosa. Depois é o Juiz Dr. Diócles G. B. Siqueira. Está presente, também, Jason da Paixão. Você que identifica mais alguém deixe um comentário.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

No Posto JK

Fotografia da década de 1960. O local é a entrada do Restaurante do Posto JK. Naquele tempo havia uma rampa na porta, como podem ver na fotografia. Entre os presentes, o primeiro à esquerda é Mário Margon. Depois: Edivânio Vaz, José (irmão do Girafa), José Sabbag. O que está com a mão tampando o rosto não identifiquei.

Casa Nova

Casa Nova, este era o nome do estabelecimento comercial de Jorge Democh que ali vendia artigos de caça e pesca. Fotografia do mesmo local já foi publicada anteriormente e fica na esquina da Av. 20 de Agsoto com Wagner Estelita Campos. Hoje, no local, funciona uma loja de confecções. Jorge Democh, até seu falecimento com mais de 90 anos, nunca deixou de fazer o que mais gostava: pescar. Em seus últimos anos repartia seu tempo entre Catalão e um rancho construído às margens do Rio São Francisco, em São Romão -MG. E ali, na sua loja, como que um troféu, ficava exposta a cabeça de uma Pirarara que, quando capturada por Seu Jorge, era maior que ele próprio. A captura demorou horas e só depois de levar alguns tiros na cabeça é que o peixe foi içado para dentro da canoa.

Av. 20 de Agosto

Uma outra tomada da Av. 20 de Agosto emfinal da década de 1930, início de 1940. Do lado direito, o terceiro imóvel abrigava um banco. em seguida a casa de Cristiano Aires.

Miguel & Filhos

Fotografia das mais interessantes. Ela mostra a Empresa Miguel João e Filhos e se tratava de uma concessionária Ford. O local é a Praça D. Emanoel, onde hoje está instalada a concessionária Maudi - Volkswagen. Miguel João,imigrante árabe, é pai de Farid Miguel Safatle e João Farid. Recordome-me que, ao ser dado baixa na empresa, Álvaro de Mendonça Netto, o Alvim, adquiriu todo o estoque de peças da concessionária e muitas delas, ainda, estão de posse dos filhos de Álvaro. Este foi um dos empreendimentos de Miguel João e filhos que ainda tinham uma fábrica de Manteiga, Máquina de Beneficiar Arroz e outros.

Onde?


Na minha memória tenho que a prefeitura de Catalão, depois que deixou de funcionar no prédio que abriga, hoje, a Fundação Cultural, funcionou, provisoriamente, onde hoje está a Secretaria de Saúde do município, para, em seguida, ocupar, em definitivo, a sede própria. A fotografia acima é uma daquelas descobertas que causam surpresa, pois mostra a prefeitura e Forum em local diferente aos das épocas mencionadas acima. E, intrigado, fiquei tentando descobrir o endereço de então. Pois, bem. A fotografia abaixo, já publicada em outra ocasião, mostra uma solenidade em frente a um prédio público, indiciado que está por uma bandeira hasteada. Fazendo uma comparação com as duas fotografias, conclui que se trata do mesmo local, ou seja, na Av. 20 de Agosto onde, posteriormente, seria erguido o prédio da Fundação Wagner Estelita Campos (Colégio Anchieta).


quinta-feira, 17 de junho de 2010

Bairro São João

Tomada do Bairro São João nas primeira décadas do século XX. O São João é um dos mais populosos e tradicionais bairros de Catalão.

SAbino Gomides

O soldado SAbino Gomides, filho do ex-prefeito Anisio Gomides e pai do Prof. José Eduardo Gomides. Foi casado com Da. Ruth, filha de João Meireles.

Lembrança de Armas

Souvenir dos tempos de Exérctio. Na fotografia no centro, o soldado do meio é João PInto de Melo Filho, conhecido por Gê de Melo. Gê de Melo é pai de Eloísio (SAE) e Hélio (Printing Sign) e esteve na campanha da FEB, Força Expedicionária Brasileira, em Monte Castelo na Itália, durante a II Guerra Mundial.

Irmãos Faiad

Os irmãos Wilson, Odete e Labiba Faiad. Filhos do imigrante árabe Nasr Faiad, são irmãos de William (médico), Evelina e Júlia, todos já falecidos

Super Nicolau

Casa Dois Chales, de Nicolau Abrão. Depois passou a se chamar Casa Nossa Senhora de Fátima e por último Supermercado Super Nicolau. Nicolau Abrão, imigrante árabe, aqui chegou nas primeiras décadas do século passado. Desde então tornou-se pessoa muito estimada por todos. Na fotografia, Nicolau Abrão aparece trajando terno na porta de seu estabelecimento. Na outra porta está sua esposa, Da. Samira com um de seus filhos no colo.