segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Gente da Nossa Terra (8)


Filho de João de Cerqueira Netto e Henriqueta Cristina Netto, Mário de Cerqueira Netto (Nhozico) nasceu a 4 de março de 1886 em Catalão e faleceu em 24 de setembro de 1969, também em Catalão. Casou-se com Juvenília de Campos Netto e tiveram 11 filhos dos quais dois se destacaram na política municipal e estadual: João Netto de Campos e Jaci de Campos Netto. A exemplo de seu pai, Nhozico foi intendente de Catalão e ocupou, também, o posto de Juiz Municipal. Por volta de 1924, no dia 7 de setembro, o então intendente de Catalão, Salomão de Paiva, casou uma filha, e no dia seguinte foi assassinado. Nessa ocasião Nhozico era o Vice-Intendente, vindo,pois, a assumir o cargo.
Durante sua gestão a frente da intendência do município, Mário de Cerqueira Netto, que era muito afeito a música, foi criada a Banda de Música do Maestro Pirahy, posteriormente substituída pala Banda do Maestro Esduardinh. Com a Revolução de 1930, Getúlio Vaz, casado com uma sua sobrinha (Dagmar Vaz, futura sogra de Irmã Yolanda) que era o líder político da época afastou-se da política e o comando político vai para as mãos de José Netto Carneiro, irmão de Nhozico.
Domingos Netto de Velasco, primo de Nhozico, político de âmbito nacional, elegeu-se senador pelo estado do Rio de Janeiro e fundou em Catalão o PSB – Partido Socialista Brasileiro, pelo qual, em 1947, João Netto de Campos elegeu-se Prefeito de Catalão (o primeiro prefeito eleito pelo voto direto).
Foi de fundamental relevância sua atuação no sentido de concretizar o Externato Santana, de Rosentina de Sant’anna e Silva, a Dona Yayá. Em 1924, quando os meios de transporte eram difíceis, os problemas muitos, as facilidades precárias, Nhozico mandou 4 de seus filhos para Uberaba (João, Jacy, José e Arari) onde foram matriculados no Colégio Diocesano, em regime de internato.
As ligações políticas de Nhozico transcendiam as fronteira do município e do estado, prova disso foram as festividades que lhe prepararam os filhos, por ocasião de seu aniversário em 1944. O evento foi noticiado em jornais de toda a região, inclusive Triângulo Mineiro, onde, inclusive, seu filho João Netto, mantinha grande relacionamento com criadores de zebu. Quando João Netto assumiu a prefeitura, em 1947, seu pai Nhozico foi de grande participação nas decisões políticas de Catalão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário