terça-feira, 28 de setembro de 2010

Curso Ginasial: lutas e conquistas

Este é o primeiro quadro de professores do curso ginasial recém instalado no colégio Mãe de Deus. Ali estavam Madre Maria Paz Hernades (Superiora), Madre Esperança Garrido (diretora), Madre Mercedes Iriarte (Superiora Provincial), Soror Angeles Franco, Soror Maria de Jesus Victor Rodrigues, Inspetor J.B. Calasans de Almeida e os professores Randolfo Campos, Tharsis Campos, Dr. Ruy J. Reis, Pe. Laurentino Gutierrez, Pe. Angelo Gascaia, Dr. Jonas Aiube, José de Campos Netto e José Victor Rodrigues. A instalação do curso ginasial só foi possível graças ao esforço de catalanos e catalanas que se empenharam para realizar essa conquista. Foram realizadas, no início do processo, várias reuniões às quais estiveram presentes: Tharsis Campos, Enéas da Fonseca, Pe Ângelo, Francisco Tozzi, Pio Gomes da Silva, Júlio Pasqual, Francelino Araújo e Silva, Jacob Margon, João Margon, Leopoldo Evangelista da Rocha, Antônio Jorge Azzi, Diógenes Dolival Sampaio, Anízio de Oliveira Gomides, Luiz Sampaio, Mário Netto, Christiano Ayres da Silva, José de Campos Netto, Álvaro Paranhos de Mendonça, Astério Vaz, Farid Miguel, Sebastião Caiado, Osvaldo Shlagh, Ly de Araújo e Silva, Randolpho Campos, Rômulo Costa Gonçalves, Rita Paranhos Bretas, Purcina de Castro, Maria Campos, Maria Otília dos Santos, Pe Laurentino Gutierrez, Antônio Sebba, Alípio de Souza, Eustáchio Ribeiro de Macedo, Luiz Höll, Avelino Fernando de Castro, Dr. José Bernardo Féxis de Souza, José da Silveira Paracatu, acontecidas, em 21/01/1.937 e28/08/1.937, ambas presididas pelo então prefeito Diógenes Dolival Sampaio. Vencidas todas as dificuldades, principalmente burocráticas, em 6 de junho de 1939, finalmente, o curso ginasial foi aprovado. (extraído de "História que se torna vida" de Mª da Glória R. Sampaio e Euriziane Moura).

Nenhum comentário:

Postar um comentário