terça-feira, 14 de setembro de 2010

Um Resgate

Domingo, 12 de setembro de 2010, estive fotografando um dos locais cuja história se insere, com inquestionável destaque, no capítulo da industrialização de Catalão. É, portanto, digno de todas as tentativas de resgatar a sua memória. Trata-se da Usina Martins. A Usina Martins, na verdade, foi constituída, na década de 1940, com o maquinário adquirido por Chico Cassiano, de Antônio Salles, proprietário da Usina Ipanema. Ela funcionou até o início da década de 1970. Estando lá, a sensação é muito estranha, uma mistura de tristeza, melancolia e saudosismo, mesmo porque, na minha pré adolescência, estive ali por várias vezes e, embora pouco interessado no processo industrial, percebia que tratava-se de algo grandioso para os padrões da época. Assim, a coleção de imagens a seguir mostra o que restou da Usina Martins: a imponente chaminé de 38m, do nível do solo até o alto e mais 4m abaixo do nível do solo, permanece indiferente à ação do tempo; o conjunto de edificações que abrigavam o maquinário e toda a linha de produção teve boa parte demolida e o que sobrou serviu, por algum tempo, como recinto para atividades da pecuária de leite. Foi uma experiência muito gratificante e, espero, seja para os leitores do NOSSOCATALAO, também. Fotografias antigas da Usina Martins foram publicadas aqui no mês de fevereiro. Para revê-las, clique em "Fevereiro" na coluna da esquerda e role a barra de rolagem.

Um comentário:

  1. Olá Silvim,

    Excelentes as fotos da usina do Chico Cassiano. Estive recentemente em Recife e visitei a Oficina Cerâmica de Francisco Brennand numa antiga fazenda da família. Estava pensando se não haveria um programa no governo de Goiás para recuperar essas grandes fazendas e usinas, unindo os projetos com os artistas da região? Abraços e parabéns pelo trabalho Bel

    ResponderExcluir