quarta-feira, 30 de março de 2011

Dia de festa

A fotografia é algo surpreendente. Ela nos mostra cenas da qual participamos e que não tínhamos a menor sombra de lembrança. Esta que mostro acima é uma delas. Foi tirada na casa de Arari de Campos Netto (fica em frente a UNIMED, na Rua Pedro Ludovico) e a ocasião deveria ser aniversário do anfitrião ou de D. Josefina, sua esposa. A época é por volta de 1983/84. Da esquerda pra direita, sentados: Eu, Mauro do Cartório, Ararai com o neto Ricardo, ? Aparecida Gomide e seu esposo Filogônio, Tio Nen (irmão de criação de Arari), minha saudosa avó Maria Izabel e D. Ruth Meireles Gomide e seu esposa, Seu Sabino Gomide, logo atrás. Em pé: Júlio Antônio. Aloísio (filho de Arari) com a sobrinha Emília no colo (Emília reside em Istambul), Valéria (irmã de Aloísio), Licinha (irmã de Arari), D. Josefina e ?.

terça-feira, 29 de março de 2011

Taco de Ouro

A presença de um dos maiores "tacos" da sinuca do Brasil, Roberto Carlos, em Catalão. Na fotografia ele aparece atrás do menino Marcelo Sebba (Drogamar), filho do Dr. João Sebba. Na fotografia estão presentes Carvalho, Teodoro, Luizão da Massa e Marcelo (Lotérica Zebrão)

segunda-feira, 28 de março de 2011

Catalao Futebol Clube

Catalão Futebol Clube em 1937. Da esquerda pra direita: dr. Jamil Sebba, Luíz Sampaio, João Adão, Gabriel, Nino, Nego Lourenço, Thalles Campos, Filogônio, Heber Campos, Manuelzinho, Frutuoso e Leandro. Agachados: Moédson Pires e Waldemar Ferrugem (Waldemar ou Ademar).

De cima

Vista aérea mostrando em primeiro plano o Colégio Polivalente Dr. Tharsis Campos (antes de ser murado). Ao fundo a represa do Clube do Povo e o Ginásio Internacional, que aliás, transformou-se em um elefante branco, dado a sua pouca utilização. Dinheiro jogado fora, sem dúvida.

Paulo Hummel


A presença do prefeito Paulo Hummel. Interessante notar que os dois cidadãos que estão ao lado de Paulo Hummel, um segurando um prumo e uma colher de pedreiro e o outro segura uma peneira. São utensílios de pedreiro o que fornece indícios de que a fotografia seja por ocasião da inauguração de alguma benfeitoria.
De acordo com Paulo Hummel Jr. o evento acima refere-se à inauguração do Grupo Escolar José Eliseu Marques, na região da Custódia, um dos 13 construidos por Paulo Hummel na sua gestão. Além do Prefeito, estão presentes na foto os alunos da escola, a professora Júlia Leão, Maria do Rosário Aires (Delegada Regional do Ensino), José Cândido (dono da fazenda) e funcionários da Prefeitura (Domingos Borges, Ubiratan, Marilda e Vitalino).

Na praça

Wilson Oedenkoven, Dudu Paschoal e Carlos Goulart em pose na praça Getúlio Vargas. Observando que o piso é de bloquete, e o vestuário dos personagens nos indica que esta fotografia seja do final da década de 1960. Outro detalhe: como já dissemos em outra oportunidade, a grande árvore que existe na praça, fora, preventivamente, derrubada por apresentar uma doença degenerativa no caule. Isso durante a administração de João Netto de Campos. Na fotografia ela ainda aparece inteira. Depois de ter sido cortada, foram anos até ela estar como está, atualemente.

Missa ou bênção?

Missa, ou seria uma bênçao, ao ar livre, em frente à Velha Matriz. Bem à esquerda, de gravata, me parece ser Seu Farid Miguel Safatle. E mais à direita, suspeito ser Mário de Cerqueira Netto, sobrinho e genro de Nhozico (também Mário de Cerqueira Netto). O sobrinho casou-se com a prima Dilena Netto de Campos, filha mais velha de Nhozico e Juvenília. Farid Miguel Safatle e familiares possuia todos seus negócios nas imediações da Velha Matriz: Máquina de beneficiar arroz, fábrica de manteiga, revendedora Ford. O ato litúrgico, visto na fotografia, seria uma bênção aos negócios?

Da. Yaiá e seus alunos

Alunos do Externato Santana dirigido por D. Yayá que aparece no centro da fotografia ladeada por suas auxiliares, entre elas Dilena Netto de Campos, a primeira da esquerda pra direita.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Cinquentenário do Mãe de Deus


          Em 1971, nas festividades do cinqüentenário do Colégio Mãe de Deus, dois momentos foram de real importância. O concurso para se escolher o Hino do Cinqüentenário e a Apresentação da Peça Teatral “Arena Contra Tiradentes”, escrita por Gianfrancesco Guarnieri, ator paulista e que foi dirigida pelo professor Edson Democh. Esta peça foi apresentada nas escadarias do Colégio Antigo assistida também por Madre Paz, a última das fundadoras, ainda viva, que viera especialmente para tais comemorações. O Hino vencedor foi o defendido pelas alunas: Clarice Matias Marra, Dora, Maria Luiza Margon Vaz (Giza), Claudia Netto Safatle, Lúcia Tartuci, Luiza e cuja letra é da professora Marly Netto Fayad, música de Claudia Safatle e arranjo de Alfredo Mori. A fotografia acima registra a participação do grupo vencedor do Festival.

Av. João XXIII

A Av. João XXIII. Pavimentada durante a administração do ex prefeito Bento Rodrigues de Paula, foi palco de inúmeros desfiles cívicos por ocasião do aniversário da cidade. Durante o regime militar, as escolas desfilavam, também, em comemoração ao 7 de Setembro, coisa que caiu em desuso com o fim da ditadura. A João XXIII abriga, desde há muito, importantes estruturas que se prestam aos mais diversos serviços e atividades: a Escola Paroquial, a Rádio Cultura que, à época da fotografia acima, funcionava dentro da Escola Paroquial, a casa Paroquial, a igreja Nova Matriz. No prédio á direita, onde hoje existe um comércio de material elétrico e de construção, foi uma refinaria de açúcar, empreendimento sob a responsabilidade de Antônio Chaud que, além dela, já havia construído o Ginásio Presidente Roosevelt, mais tarde Escola Paroquial. Vejam a placa indicando "Escola de Datilografia Catalana" - Curso Técnico. Aliás, ter curso de datilografia era requisito básico para os candidatos a um emprego. Observem o movimento na avenida: um bicicleteiro e, mais ao fundo, um carroceiro.

Dia de jogo no Genervino

Um domingo qualquer, à tarde,dia de jogo no Genervino. Esta fotografia é de meados da década de 1960, talvez até seja em 1967, ano da conquista do primeiro campeonato goiano pelo CRAC. Fundamenta essa suspeita a presença de alguns veículos que aparentam ser daquela ano, como o Fusca logo atrás da camionete. Ao fundo, no muro do estádio a publicidade da Usina Martins "A Pioneira de Goiás". A frota de veículos desde então, já era bem diversificada: Ford, Volkswagen, DKW, Willys, GM, Simca. Não faz muito tempo, relativamente, aqueles eucalíptos próximos à entrada do cemitério, ainda existiam.

No gramado do Genervino

O goleiro Nego, campeão pelo CRAC em 1967 e que depois foi negtociado com o Cruzeiro, Silvio Salomão, Batel, Zick Abrão e o prefeito Paulo Hummel no gramado do Genervino da Fonseca. Ao fundo, à esquerda, a estrutura de sustentação da tabela de Basquete e a casinha que abrigava o vestiário dos usuários das piscinas. A vegetação nos quintais era densa e ainda hoje algumas árvores, inclusive frutíferas, sobrevivem.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Aguinaldo e a família Coelho Vaz


Agnaldo Netto de Campos (ao centro), o Prof. Braz Coelho e Francisca (Chiquita) e Aparecida (Cidoca),
a Amélia e Mariângela. Fotografia enviada por Gustavo Coelho que identificou apenas os nomes citados.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Os Martins Teixeira

A Família Martins Teixeira: Levi, Olegário, Onofre, João, Geraldo, Juca, José Angelo, Anunciação, Bernardina, Dalva, Luzia e Terezinha e os patriarcas Clotilde e Olegário.

Da. Joaquina

Fotografia do Século XIX e mostra Da. Joaquina Lina de Campos. Ela é avó de Lourival Álvares de Campos, pai de Maria das Dores Campos, a dona Mariazinha.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Destino: Guarapari / ES

Guarapari, no litoral do Espírito Santo, nunca foi um destino preferencial nas viagens de férias dos catalanos. Entretanto, uma ou outra turma para lá se dirigia. A fotografias a seguir mostra uma daquelas turmas passando as férias de verão na cidade litorânea. Na primeira fotografia Zezim Teodoro e Tartucim; na segunda fotografia Macarrão Flavinho Borges, Tartuci e Zé Teodoro e sua Brasília Vermelha com roda palito; na terceira fotografia, no camping, Flavinho, Zé, Macarão, Fabian Goulart e Tartuci. Toda viagem sempre tem um episódio que se destaca. Antes de pegarem a estrada, Tartuci passou mais de mês montando um Buggy com o qual empreenderia a viagem para Guarapari. Veículo e malas prontas, lá foi a turma. Entretanto, próximo a Monte Carmelo, o Buggy do Tartuci deu problema de superaquecimento do motor, apesar de ser refrigerado a ar. Ocorre que a carroceria que veio com o Kit não possuía aquelas entradas de ar que todo Fusca, Brasília, Variant possuem e que existem, justamente, para ajudar na refrigeração do motor. Mas, isso não impediu que Tartuci seguisse para o destino que havia planejado. Deixou o Buggy pra depois e... vamo nóis. O lado triste destas imagens é que os amigos Flavinho, Tartuci e Zezim Teodoro, infelizmente, já não fazem parte do nosso convívio. A viagem mostrada nas fotografias se deu em Janeiro de 1987.

Basketball do Siena

Dias atrás publiquei fotografia que mostra o time de Basketball da Escola Paroquial, em 1963. Um dos integrantes da equipe foi Dudu Pachoal. Comentei com ele sobre a fotografia e ele me revelou uma grata surpresa: ele guardou a camisa de nº 9, até hoje. Abaixo, Dudu mostra a sua relíquia de quase 50 anos.

Hollywood Moto Cross

A década de 1980 foi marcada pela popularização do Motocross. Catalão e região passaram a sediar disputas válidas pelo campeonato goiano. Disputas a nível nacional, também, se fizeram presentes na região. Um dos torneios mais disputados, inclusive com a participação de pilotos catalanos, era o Hollywood Motocross. Em 1986 aconteceu a primeira edição do torneio e Caldas Novas, mais precisamente a hoje cidade de Rio Quente, sediou uma das etapas. Foi no mês de setembro e para lá, dirigiu-se uma turma de catalanos. Abaixo publiquei duas fotografias daquela viagem. As fotografias pertencem ao José Augusto Jr., o Macarrão.

Destino Caldas Novas

 Marcão, Récio, Deusmar, namorada do Flavinho Borges e Macarrão. Lá atrás, de óculos escuros,eu. Esta fotografia foi tirada em um clube que não estava totalmente pronto, como vocês podem observar. Aí nós ficamos acampados. Detalhe interessante: nessa época, Nelson Piquet pilotava uma Williams, empurrada por um motos Honda. A motocicleta em que a garota está sentada foi uma série especial que a Moto Honda lançou no Brasil, justamente em homenagem a Nelson Piquet o qual emprestou seu nome para o modelo. Tinha um motor bicilindrico de 450cc. Esta da fotografia pertencia a Deusmar Barbosa.
Naquela época, os acessos a Caldas Novas, eram todos de terra, exceto o trajeto que passa por Araguari. E foi o caminho que fizemos. Aqui fizemos uma parada em Corumbaíba para dar uma abastecida. Da esquerda pra direita: Deusmar, namorada do Flavinho, Flavinho, Walter Mendes Jr., irmã da namorada do Flavinho, Guilherme Netto, Macarrão, Marcão e eu, sentado em minha Honda XLX 250cc. Em primerio plano uma Yamaha DT 180, que pertencia a Walter. Uma CB 450 sport Vermelha do Récio e uma CB 450, azul, do Marcão.

Quem te viu, quem TV.

O advento da televisão, sem dúvida, foi um dos grandes acontecimentos do século XX. No Brasil, mais que em qualquer outro país, creio, a televisão tornou-se um instrumento de transformação social, cultural e política. As imagens a seguir mostram algum dos grandes ícones da teledramaturgia e showbiz da televisão brasileira em seus primórdios. São telenovelas, programas de auditório e artistas que, certamente, emocionaram e divertiram milhões e milhões de pessoas numa época em que possuir um "televisor" era privilégio de poucos, muito ao contrário do que é hoje.








sexta-feira, 11 de março de 2011

Portal Catalão

Hoje recebi um telefonema de um dos administradores do Portal Catalão e ele me garantiu que, de fato, os blogs estão sendo reformulados, que apenas alguns estão no ar e que não se trata de censura como eu havia, por motivos óbvios, suspeitado. De forma que vou aguardar os próximos dias para constatar se a paralização foi puramente técnica.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Censura

Amigos.
Desde que criei o NOSSOCATALAO sempre o mantive distante da política, da suja política que se pratica em nossa cidade. Atendendo um convite do Portal Catalão, passei a publicar textos, crônicas, fazer denúncias, postar fotografias, etc. num outro blog que o pessoal criou pra mim. Há dias que não consigo acessar o blog, disseram que estavam reformulando todos os blogs. Entretanto, hoje acessei todos os blogs, exceto o meu. Conclusão: meu blog foi censurado, arbitrariamente, censurado. E qual censura não é arbitrária, grotesca, indecente, estúpida, assim como o é quem a pratica. De forma que você que me acompanhava no blog do Portal Catalão poderá, agora, fazê-lo acessando http://www.oporconauta.blogspot.com/
Conto com vocês para dar uma resposta democrática em quem conspira contra a liberdade de expressão. Vamos fazer do OPORCONAUTA uma ferramenta para desmascararmos aqueles travestidos de paladinos da honradez, da dignidade e da justiça.

quarta-feira, 9 de março de 2011

A alegria do povo: Mané Garrincha

Mais um registro da passagem do craque Mané Garrincha por Catalão, no Estádio Genervino da Fonseca.
Ao seu lado direito, se não estiver enganado, é o também jogador Branco, que defendia as cores do CRAC. O de camisa do Vasco da Gama, não sei quem é. Marca registrada de Garrincha eram suas pernas tortas e, ao contrário do que muita gente pensa, elas não eram pernas de "alicate" numa referência ao formato dos cabo de alicate. Observem que uma das pernas é torta pra dentro e a outra um pouco pra fora.

WW

O advogado Wilson Faiad e sua esposa Wanda Safatle Faiad.

No palco do Cine Teatro REal

O Cine Teatro Real além de exibir grandes produções da Sétima Arte, foi palco de uma enorme diversidade de eventos: peças teatrais, shows, festivais de música, reuniões políticas e formaturas. Na fotografia acima, em solenidade de colação de grau, o Prof. Francisco de Campos Netto - o Prof. Chiquinho -  faz a entrega simbólica do canudo. Fotografia que, acredito, é da década de 1960.

José Rocha

As eleições municipais de 1976 foram marcadas por uma disputa das mais acirradas para o cargo de prefeito. Pelo MDB candidatou-se Mauro Netto e pela ARENA (partido que apoiava o governo militar) foram 3 os candidato: José Evangelista da Rocha (Divano Elias), Antônio Chaud (Carlos Goulart) e Ovídio Rodrigues de Paula (José Francisco), se a memória não me falha. Pelo sistema eleitoral da época, no caso de haver 3 candidatos de um mesmo partido, se a soma dos votos dos 3 fosse maior que os votos do único candidato do MDB, seria eleito quem tivesse mais votos entre os 3 do mesmo partido. E assim aconteceu e José Evangelista da Rocha e Divano Elias foram eleitos prefeito e vice respectivamente. A diferença dos votos dos 3 candidatos da ARENA e os votos do candidato do MDB não foi maior do que 200 votos. Nessa época, a apuração das urnas ocorreu no antigo prédio do Banco do Brasil, hoje Caixa Econômica. A fotografia acima é do futuro prefeito José Evangelista da Rocha, posando num dia qualquer da década de 1940.

Esporte para todos

Inauguração da Piscina que fazia parte do complexo poliesportivo do Colégio Estadual João Netto de Campos, ao tempo em que era dirigido, com muita responsabilidade, diga-se, pelo Prof. João Martins Teixeira. além da prática esportiva, João Martins priorizou o ensino científico com a montagem de um laboratório digno dos melhores colégios dos grandes centros do país.

Basquete

Time de Basquete da Escola Paroquial São Bernardino de Siena. Os três agachados: Sérgio de Melo, Jardel Sebba e Dudu Paschoal. Em pé: Jorge Simão (hj médico em Goiânia), Marcos Hummel (apresentador de TV), Otílio Batista de Paiva, Manoel João (suicidou-se, filho do Juiz de Direito Dr. Firmo). Esta fotografia é da década de 1960. Sérgio de Melo foi uma dos maiores cestinhas de Catalão e Jardel Sebba, dos mais entusiastas do esporte, quando retornou a Catalão, após concluir seus estudos de Medicina, construiu uma meia quadra no quintal da casa de seus pais e ali, todo fim de tarde era, disputadas partidas de duplas. Eu mesmo fui assíduo frequentador das disputas. anos depois, Jardel construiu uma quadra poliesportiva onde hoje está o Posto Bretas, na Av. Raulina. Ali, todos os dias de 2ª a 6ª reuníamos para acaloradas disputas.