quarta-feira, 13 de julho de 2011

Dia Mundial do Rock

13 de Julho, Dia Mundial do Rock, mas, como surgiu a data?
Bob Geldof, vocalista da banda inglesa "Boomtown Rats", sensibilizado com os flagelados da fome que assolava a Etiópia, idealizou e promoveu um mega festival que, além de angariar fundos para serem revertidos em donativos para o povo etíope, teve como objetivo chamar a atenção das nações mais ricas para o flagelo da fome, não só na Etiópia, mas, também, em todo o 3º mundo. O festival, batizado por Geldof de "LIVE AID", aconteceu no dia 13 de julho de 1985, simultâneamente, em Londres, no lendário "Templo do Futebol" estádio de Wembley e na Filadélfia, EUA. Dele, fizeram parte consagradas e carimbadas figurinhas da cena rock'n'roll de todo o mundo. Paul Mcartney, Phil Collins, Eric Clapton, Bryan Adams, Boy George, Peter Gabriel, Duran Duran, David Bowie, entre outros, são alguns dos rockeiros que se apresentaram em nome de uma causa que muito pouca atenção tem merecido das nações mais ricas.
Para o Natal de 1985, Geldof compôs uma música, interpretada por dezenas de cantores que estiveram em Wembley e que virou um disco, na verdade um compacto cuja renda das vendas em todo o mundo, foi revertida em mais donativos para o faminto povo etíope.
Eu comprei o meu exemplar e o guardo como uma jóia pelo que ele representa e pelo time de artistas que participaram das gravações. São apenas duas música e a principal é "Do they know it's christmas"? (Eles sabem que é Natal?). Abaixo, a capa e contra capa do disco com destaque para a fotografia de todos que participaram nas gravações.



Observem na capa as imagens de crianças de famílias ricas desfrutando de seus presentes e duas crianças etíopes em farrapos fazendo um flagrante constraste entre duas realidades anos luz de distância uma da outra. Em julho de 2005, Bob Geldof voltou à carga e promoveu o super mega evento Live 8 (uma referência às 8 nações do G8) e contou com shows simultâneos em 8 cidades ao redor do mundo: Londres, Filadélfia, Berlim, Paris, Roma, Moscou, Tóquio e Vancouver. Pelos palcos passaram mais de 1000 artistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário