quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A cidade

Neste trabalho de mostrar a história de Catalão através de imagens, o que mais me agrada são as imagens externas, os logradouros, as ruas, recintos, etc., pois elas provocam uma busca, em nossa memória, de experiências vividas tendo como cenário os locais mostrados. Naqueles locais as pessoas interagiram de alguma forma entre si ou com o ambiente. O interessante, também, é perceber as mudanças havidas no elementos urbanos, frutos da necessidade de uma  adequação aos novos tempos e às exigências da própria população que, em constante crescimento, suscita um melhor aproveitamento dos espaços e uma reorganização da infraestrutura urbana. Canta Caetano Veloso: “... da força da grana que ergue e destrói coisas belas...” Assim é a cidade, assim as pessoas exercem sua influência e controle sobre o ambiente. As 3 fotografias a seguir, todas da década de 1960 e de 3 trechos distintos da Av. 20 de Agosto, são pródigas em mostrar as características predominantes de épocas distintas, como o pavimento das vias públicas, a arquitetura, o movimento, o comércio, a presença do ser humano e suas diversas formas de estar. Comum às 3 imagens é a condição de se mostrarem como locais de memória. A cada um que lançar seu olhar para o passado, corresponderá um fato, uma imagem, uma constatação, uma história que se imagina individual, mas que compõe todo o edifício histórico de uma cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário