quarta-feira, 4 de julho de 2012

O futebol

O futebol em Catalão fotografado em várias épocas e focalizando diferentes agremiações, profisionais e amadoras. Em épocas remotas, embora disputassem torneios oficiais, a grande maioria dos atletas possuíam atividades profissionais paralelas. Era uma época em que se jogava mais pelo prazer e paixão e, claro, pela rivalidade que é, na verdade, o que move o esporte. Com o passar dos anos, as equipes brasileiras foram ganhando destaque internacional, jogadores começaram a ser exportados, a seleção brasileira conquistou o bi-campeonato e a paixão pelo esporte bretão foi aumentando desenfreadamente. Isso tudo contribuiu para que o profissionalismo entrasse em campo e a profissão de jogador passasse a ser uma opção, principalmente, entre os das classes menos assistidas. Hoje, evidentemente, a realidade é bem diferente, e o cenário mostra uma diversidade de atividades profissionais, todas ligadas ao futebol, em franco desenvolvimento. As rivalidades se acentuaram e extrapolaram os limites da convivência pacífica entre torcidas, as quais se transformaram em fontes de extrema violência. Nada a ver com a época em que, antes das partidas entre CRAC e Catalão Futebol Clube, a turma lotava o salão da Panificadora São José e depois de vários barris de chope, iam para o "campo" torcer para seu time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário