terça-feira, 5 de março de 2013

Imagens de Catalão e Catalanos

Vista da Rua Cel. Afonso Paranhos, a rua estreita que, depois da Praça Getúlio Vargas, recebe o nome de Rua Juca Cândido. Do lado esquerdo morava o poeta Júlio Pinto de Melo que era, também, fornecedor de urnas mortuárias (caixões). Ali, também, morava Polastrino, hábil artesão do ramo de selaria.

Av. 20 de Agosto e a Praça Getúlio Vargas no início da década de 1970. Pela sombra da torre deduzimos ser uma manhã. No canto inferior direito, a Variant, 1970 do advogado Wilson Faiad e logo atrás a Camionete C-10 do médico Dr. Jamil Sebba. No prédio de Nasr Faiad funcionava o escritório de advocacia de Wilson e o escritório de Da. Labiba Faiad, que realizava a contabilidade do Hospital Nasr Faiad. Pela 20 de Agosto, lá adiante, 2 veículos de tração animal. O da frente, pelas características, suspeito ser um dos veículos com o qual a Panificadora São José fazia a distribuição de pães pela cidade. Ícones de uma época, o Empório Goiás, o Cine Real, o Coreto e a torre erguida em comemoração ao centenário de Catalão e que foi, criminosamente, demolida pelo então prefeito José Moreira.  Tivesse havido uma consulta popular, a benfeitoria ainda estaria de pé. 

Momento em que Dedé Baiano, acompanhado de amigos, familiares e autoridades municipais, inaugurava o Supermercado Alô Baiano. Antes disso, ele já era comerciante do ramo de Secos e Molhados e mantinha, também, um açougue, na Av. Portugal Porto Guimarães, onde, também, residia. Entre os presentes, Jorge Primo e o prefeito Dr. Silvio Paschoal.

Vista aérea de Catalão com destaque para o Genervino da Fonseca quando, então, tinha apenas a arquibancada em um só dos lados do campo e os vestiários em cada uma das pontas. Muitos espaços e o Terminal de Coletivos.

Novidade em Catalão, o primeiro Supermercado da cidade: Supermercado Avenida dos irmãos Rodrigues de Paula. Detalhe: no centro da imagem a presença de Joaquinzim, figura folclórica da cena urbana de Catalão. Neste trecho da Av. José Marcelino, o calçamento de paralelepípedo.

Pista de pouso do "Campo de Aviação", como era chamado a aeroporto de Catalão. A pista é a hoje Av. Maria Marcelina, no Bairro Ipanema e a sede, hoje, é ocupada pelo Corpo de Bombeiros. As aeronaves são Modelos Cessna 140.

A jovem Marlitt de Mendonça Netto, filha de João Netto de Campos e Da. Izabel. Dada às artes cênicas, tendo, inclusive, contracenado com artistas de renome nacional (Hélio Souto foi um deles) Marlitt sempre teve seu nome ligado ao movimento teatral de Catalão, principalmente nas décadas de 1960 e 70.

O saudoso radialista Farid Nahas quando, então, fazia a cobertura jornalística do governador Otávio Lage.

Nenhum comentário:

Postar um comentário