quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Desfile dos alunos do Col. Anchieta passando em frente ao antigo Mercado Municipal, na década de 1980

Com a mensagem de Parabéns Catalão, crianças desfilam em frente ao Mercado Municipal. Nesta época a desfile se dava na Av. João XXIII e o palanque das autoridades era montado em frente à Nova Matriz. Esta imagem, comparada com os dias atuais, é flagrante as transformações havidas no aspecto imobiliário da região.

Rua Nassim Agel no trecho compreendido entra a Rua. Frederico Campos e Cristiano Aires. Vários imóveis ainda guardam as características originais. Há um dado interessante que  poucos catalanos conhecem e que está relacionado ao nome da rua. William Agel de Melo, salvo engano, é sobrinho de Nassim Agel.  William Agel de Mello é filho de Sebastião Pinto de Mello e de Alice Agel de Mello. Estudou no Colégio Ateneu Dom Bosco (Goiânia, fundamental), Liceu de Goiânia (Goiânia, médio), Instituto Rio Branco (Rio de Janeiro, Diplomacia). Estudou em Barcelona e em Londres. O trabalho de William Agel de Mello envolve ficção, tradução, lexicografia e ensaio. É reconhecido por vários autores de antologias, enciclopédias e dicionários biográficos e é citado em vários livros, revistas e jornais no Brasil e no exterior. João Guimarães Rosa, de quem foi secretário quando este foi embaixador, escreveu um livro, Cartas a William Agel de Mello, tratando das correspondências enviadas a William Agel de Mello, quando este traduzia para o castelhano a obra Grandes Sertão: VeredasEm sua carreira de diplomata trabalhou em diversos países da Europa, América Latina, Ásia e da África, contribuindo para o desenvolvimento da cultura nesses países. É membro da Academia Catalana de Letras e União Brasileira de Escritores de Goiás. Suas Obras Completas compreendem 54 livros, 17 volumes, 11 mil páginas, a maior obra de dicionários bilíngües do mundo (22 dicionários), com introdução geral do eminente Professor Junito de Souza brandão, que o considerava "um dos maiores africanólogos do Brasil". Recebeu medalha da Ordem do Mérito Cultural do Distrito Federal, o Diploma de Personalidade Cultural Internacional da União Brasileira de Escritores (UBE), Diploma de Honra ao Mérito do Conselho Estadual de Cultura, e vários prêmios literários. Seu nome está incluído em inúmeras antologias, enciclopédias e dicionários biográficos, além de referências em livros, revistas e jornais, no Brasil e no exterior. Para saber mais sobre este ilustre catalano, consulte na Wikipédia e em outros sites


Duas imagens da Velha Matriz e a Pça D. Emanuel no início da década de 1960. As fotografias, certamente, foram tiradas do alto da residência de Farid Miguel Safatle, o casarão que existe até hoje. Na segunda imagem, ao fundo, a empresa Miguel João & Filhos Ltda, do ramo automobilístico. Este senhor à esquerda é Nazir Safatle, filho de Farid Miguel Safatle e pai de Fernando Safatle. O largo da igreja, reparem, estava recebendo melhorias urbanísticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário