sexta-feira, 16 de abril de 2010

Da. Yayá

Rosentina de Sant'anna e Silva, a Da. Yayá que empresta seu nome a escola que funciona no Bairro São João. Exerceu o magistério em Catalão durante 35 anos a partir da década de 1920.
Da. Yayá faleceu no dia 3 de fevereiro de 1985, aos 94 anos em Belo Horizonte. Dr. Jamil Sebba recorda de como eram divulgados os resultados dos exames finais: "Da. Yayá pegava o caderno com os resultados e nos deixava naquela expectativa louca do passei, não passei. Os exames só eram feitos no fim do ano e na banca examinadora me lembro do vulto negro e bem vestido de Manuel Dias, tambémde Zoroastro Artiaga. Da. Yayá dava a leitura das notas um cunho solene. O silêncio de nossa expectativa só era quebrado pelo estalar de dedos ou esfregar de mãos
- João Batista da Paixão: promovido, ótimo com louvor - média 98
- Rio Branco Paranhos: promovido - plenamente - grau 80
- Sebastião de Sant'anna e Silva: promovido - plenamente - grau 70.
E a veneranda mestre, impassível à nossa tortura e ansiedade, de vez em quando pronunciava um nome acompanhado da palavra "reprovado".

Nenhum comentário:

Postar um comentário